E os aeroportos…e os voos neste pais…so pioram!

Como é possivel tambanho embuste? Ja convivemos com estes problemas ridiculos…inimaginaveis ha 6 meses e cada hora ocorre uma nova pane, um novo descontrole, um novo problema. Mas uma coisa permanece a mesma! Os mesmos dirigentes dos órgaos envolvidos e o mesmo Ministro da Defesa….É impressionante….E não querem que haja uma CPI sobre o assunto porque nao ha um fato gerador. Eu acho que deve haver um fato sim…pro traz disso tudo…de tanto absurdo e desrespeito..mas nao querem que o mesmo venha à tona

E nos continuamos, como Pedro Pedreiro, sofrendo…esperando …esperando  o trem…

Pedro Pedreiro

Chico Buarque
1965

Pedro pedreiro penseiro esperando o trem
Manhã, parece, carece de esperar também
Para o bem de quem tem bem
De quem não tem vintém
Pedro pedreiro fica assim pensando
Assim pensando o tempo passa
E a gente vai ficanto pra trás
Esperando, esperando, esperando
Esperando o sol
Esperando o trem
Esperando o aumento
Desde o ano passado
Para o mês que vem

Pedro pedreiro penseiro esperando o trem
Manhã, parece, carece de esperar também
Para o bem de quem tem bem
De quem não tem vintém
Pedro pedreiro espera o carnaval
E a sorte grande do bilhete pela federal
Todo mês
Esperando, esperando, esperando
Esperando o sol
Esperando o trem
Esperando o aumento
Para o mês que vem
Esperando a festa
Esperando a sorte
E a mulher de Pedro
Está esperando um filho
Pra esperar também

Pedro pedreiro penseiro esperando o trem
Manhã, parece, carece de esperar também
Para o bem de quem tem bem
De quem não tem vintém
Pedro pedreiro esta esperando a morte
Ou esperando o dia de voltar pro norte
Pedro nã sabe mas talvez no fundo
Espera alguma coisa coisa mais linda que o mundo
Maior do que o mar
Mas pra que sonhar
Se dá o desespero de esperar demais
Pedro pedreiro quer voltar atrás
Quer ser pedreiro pobre e nada mais
Sem ficar esperando, esperando, esperando
Esperando o sol
Esperando o trem
Esperando o aumento para o mês que vem
Esperando um filho pra esperar também,
Esperando a festa
Esperando a sorte
Esperando a morte
Esperando o norte
Esperando o dia de esperar ninguém
Esperando enfim nada mais além
Da esperança aflita, bendita, infinita
Do apito do trem

Pedro pedreiro pedreiro esperando
Pedro pedreiro pedreiro esperando
Pedro pedreiro pedreiro esperando o trem
Que já vem, que já vem, que já vem (etc.)

26/03/200713h11

Atrasos atingem 17,8% dos vôos; problemas persistem em Guarulhos

Publicidade

da Folha Online

Balanço da Infraero (estatal que administra os aeroportos) mostra que 138 dos 775 vôos programados para ocorrer da 0h às 12h desta segunda-feira no país sofreram atrasos de mais de uma hora (17,8%). Parte dos problemas é reflexo da movimentação no aeroporto internacional de São Paulo, em Cumbica, Guarulhos (região metropolitana), onde a neblina voltou a suspender as operações de pouso, pela manhã, pelo terceiro dia seguido.

Informações da Infraero no aeroporto mostram que, até as 10h, 63 vôos apresentavam atrasos, e 11 deles foram alternados, ou seja, seis pousaram no aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP), e cinco no aeroporto Tom Jobim, no Rio. Atrasos de duas horas, em média, são registrados.

As operações de pouso ficaram suspensas das 5h25 às 7h40. Balanço divulgado por volta das 12h30 ainda mostrava atrasos em 38 vôos –11 chegadas e 27 partidas.

Os problemas em Guarulhos são reflexos de uma falha no equipamento chamado ILS, que opera em duas categorias, de acordo com a visibilidade. Com o aparelho inoperante, as operações em ocasiões de nevoeiro ficam interrompidas.

Atrasos

Os atrasos em Guarulhos causam reflexos em outros aeroportos do país.

O balanço da Infraero mostra as condições nos aeroportos de Brasília e de Congonhas (zona sul de São Paulo). Em Brasília, a espera atingiu 10 dos 57 vôos (17,5%), da 0h às 12h. Em Congonhas, 13 dos 119 vôos programados atrasaram (10,9%).

No domingo (25), durante todo o dia, a espera afetou 198 dos 1.620 vôos programados no país (12,2%), índice considerado normal.

Na semana passada, o mau tempo em São Paulo –que fechou Congonhas no dia 19– e até um cachorro na pista do aeroporto desencadearam um novo apagão aéreo, que afetou outros aeroportos no país. A segunda-feira (19) foi o dia mais difícil para os passageiros. Na ocasião, 29% dos vôos atrasaram, ao longo do dia.

Raio

O presidente da Infraero, brigadeiro José Carlos Pereira, afirma que o equipamento foi danificado por um raio há cerca de duas semanas, mas consertados em seguida. No entanto, não foram liberados. “Eles só não estavam operando porque o avião laboratório da FAB [Força Aérea Brasileira] não pôde ser usado para testá-los”, disse.

“O avião da FAB que teve problemas durante o teste, e o equipamento não pode operar sem que ele seja avaliado”, afirmou Pereira.

No fim de semana, o ministro da Defesa, Waldir Pires, determinou à Infraero a abertura de uma sindicância para apurar a demora no conserto e na liberação do equipamento. Pires quer investigar e punir com a demissão os responsáveis pelos atrasos.

Segundo o presidente da Infraero, um relatório preliminar com informações sobre os atrasos em Guarulhos deve ser enviado nesta segunda ao ministro da Defesa. Uma sindicância foi aberta, e o relatório final deve ser entregue em três dias.

Leia mais

  • Infraero abre sindicância para apurar causas de fechamento de Cumbica
  • Fechamento de Cumbica provoca atraso de 23 horas em vôo internacional
  • Ministro pede investigação e punições por atrasos em Cumbica
  • Deputados voltam a abordar passageiros em Congonhas em favor da CPI